As maiores vaquinhas do primeiro semestre de 2018

E chegamos no mês de julho. O ano de 2018 já está na metade e as vaquinhas online seguem de vento em popa, demonstrando que arrecadar dinheiro pela internet está cada vez mais fácil e acessível a todos.

Nesta postagem, iremos listar as 10 campanhas que mais arrecadaram no primeiro semestre de 2018. Será que elas tem alguma coisa em comum? Como foram as arrecadações de cada uma? É  que você vai descobrir agora!

As 10 campanhas que mais arrecadaram neste primeiro semestre de 2018 tem algumas semelhanças: enquanto todas elas foram solidárias (para ajudar alguém), 9 delas foram destinadas a saúde. As vaquinhas arrecadaram juntas a quantia de R$ 1.255.613,00, numa média de arrecadação de R$ 125.561,00. Apenas 3 campanhas ultrapassaram os 90% da meta. O estado do RS teve 3 campanhas, seguido do RJ com 2. Os demais estados são DF, MG, SP, SC e RN.

No total, foram 20.841 doações destinadas a estas campanhas, com uma média de 2.084. O ticket médio de doação foi de R$ 82,46, bem próximo ao valor médio geral do site do Vakinha. Além disso, as campanhas somaram 790.302 visitas, com uma média de 79.030. Isso significa que, em média, cada campanha precisou de 45 visitas para gerar uma doação.

Por arrecadação, essas foram as campanhas que mais tiveram sucesso neste primeiro semestre:

1º Lugar

Tratamento Melanoma Metastático em Israel (link)
Parnamirim – RN
R$ 259.954,00

Esta campanha teve uma curiosidade. Foram criadas duas vaquinhas para a mesma finalidade. A primeira arrecadou pouco mais de R$ 120.000 e a segunda aproximadamente R$ 135.000. Por um equívoco do autor, a primeira campanha acabou sendo excluída, o que fez ela criar a segunda em seguida. Apesar da confusão, ela conseguiu atingir o topo deste semestre com alguma folga!

Foi uma das campanhas que mobilizou mesmo as redes sociais, com diversos influenciadores digitais se engajando para realizar o sonho da família em fazer este tratamento caro em Israel. Os números são realmente impressionantes e ela seria primeira colocada em tudo!

Foram 6.771 doações feitas, com um ticket médio de R$ 38,39. Olhem esse detalhe incrível: o ticket médio foi muito baixo e ainda assim eles conseguiram arrecadar todo este valor. Isso demonstra a quantidade de pessoas que foram impactadas. Os números gigantes não param por aí: a vaquinha ainda teve 236.339 visitas com uma média de 34,90 visitas para gerar uma doação. Um número baixo, que demonstra o engajamento de quem acessava a campanha.

2º Lugar

Ame João e Miguel (link)
Florianópolis-SC
R$ 215.360,00 (até 9/7/2018)

Mais uma vez as campanhas da doença AME são destaques no Vakinha, provando que a comunidade se fortalece cada vez mais! A família do João e do Miguel criou a campanha com o objetivo de mobilizar o máximo de pessoas para atingir a meta de R$ 1.780.000,00 (maior do que a meta do Ame Joaquim, do ano passado). Será que conseguem? Tomara!

A campanha ainda está arrecadando (o que deve aumentar ainda mais esses valores), mas até o momento foram 3.031 doações com um ticket médio de R$ 71,05. Ainda foram 87.265 visitas com uma média de 28,79 visitas para gerar uma doação.

É importante observar aqui como o valor das visitas/doação é baixo, comprovando que eles estão conseguindo engajar muito as pessoas em favor da campanha. Isso significa que as pessoas acessam a vaquinha e tem grande chance de realizar uma doação.

3º Lugar

Em defesa da Democracia e de Lula ser Candidato (link)
Porto Alegre – RS
R$ 144.775,26

Nos últimos anos, o Vakinha tem sido muito procurado para vaquinhas com finalidade política, seja qual for a visão e ideologia envolvida. Já tivemos campanhas a favor do Lula e da Dilma, contra o impeachment, mas também campanhas a favor de Bolsonaro e a favor do impeachment. O Vakinha mantém a filosofia de estar totalmente aberto a estas campanhas, provendo o melhor serviço para todos. Além disso, estamos com a plataforma Doação Legal, que permite doar diretamente para os candidatos desta eleição de 2018.

Esta campanha foi um sucesso neste semestre, tendo movimentado 1.195 doações com um ticket médio de R$ 121,15. Ainda foram 29.633 visitas com uma média de 24,80 visitas para gerar uma doação.

Esta foi a campanha com o menor número de visitas, dentre as 10. E novamente a proporção de visitas/doação demonstra como a campanha engajou os militantes e, inclusive, o ticket médio foi bem acima da média (R$ 121,15), um fato que ajudou muito a campanha a atingir este patamar.

4º Lugar

Salvando o Levy (link)
Brasília – DF
R$ 132.639,00 (até 9/7/2018)

O Levy foi diagnosticado com um câncer raro na cabeça e o tratamento só será possível nos Estados Unidos, a um custo altíssimo, obviamente. A campanha da família ainda está em aberto e continua mobilizando inúmeras pessoas pelas redes sociais.

A campanha movimentou 1.165 pessoas, com um ticket médio de R$ 113,85, valor acima da média da plataforma. Foram 30.593 visitas no site, com uma média de 26,26 visitas para gerar uma doação. Novamente uma média bem baixa, demonstrando como a campanha engajou bastante!

5º Lugar

Ajude esse pequeno extraordinário (link)
Santa Maria – RS
R$ 126.479,00

O Murilo é uma criança que foi diagnosticada com a rara síndrome Treacher Collins. Você não deve conhecer a doença pelo nome, mas lembra do filme “Extraordinário”, que fez sucesso no primeiro semestre, né? A família criou a campanha no final de dezembro e, graças a exposição do filme, conseguiu superar a meta de R$ 28.000 e arrecadaram 4 vezes mais!

A campanha teve 1.625 doações, com um ticket médio de R$ 77,83. Foram 36.602 visitas para uma média de 22,52 visitas por doação, a segunda menor média entre as 10 vaquinhas. Os números demonstram que esta foi uma campanha incrível e que realmente sensibilizou praticamente todas as pessoas que acessavam.

6º Lugar

Ação entre amigos Lucas Pacheco (link)
Esteio – RS
R$ 111.320,00 (até 9/7/2018)

O Lucas e a namorada estavam de viagem na África do Sul e sofreram um grave acidente automobilístico. O acidente deixou o Lucas internado na UTI, sem previsão de alta. E ainda tendo que arcar com as despesas do hospital. A família organizou a vaquinha para pagar a hospitalização e também a logística para trazê-lo de volta ao Brasil.

A campanha é uma das mais recentes da lista e ainda está arrecadando até a presente data. Foram 1.244 doações realizadas com um ticket médio de R$ 89,49. A vaquinha foi visitada 50.577 vezes, com uma média de 40,66 visitas por doação. Devido a exposição que a campanha teve na mídia local do RS, talvez isso ajude a explicar a quantidade de pessoas que apenas acessa a campanha e acaba não realizando uma doação.

7º Lugar

Tratamento Anna Clara Guizzi (link)
Resende – RJ
R$ 109.292,00 (até 9/7/2018)

A Anna Clara, com 20 anos, teve um problema muito sério causado por um AVC hemorrágico, durante uma viagem. A família organizou a campanha para tentar buscar o pagamento do tratamento delicado que ela precisará se submeter.

Ainda recebendo doações, a campanha teve 1.317 visitas com um ticket médio de R$ 82,99. Além disso, ela possui o segundo maior número de visitas, com 121.274 visualizações. Esse alto valor, porém, não reverteu em doações, sendo a média de 92,08 visitas para conseguir uma doação (bem acima do esperado para uma campanha de sucesso).

8º Lugar

Ame Malu – Ajude Malu (link)
Itatiaia – RJ
R$ 101.537,00

A Malu, portadora da AME, teve uma vaquinha criada pela família para ajudar a comprar os aparelhos necessários para o seu tratamento, além de uma cadeira de rodas para poder se locomover. E conseguiu mobilizar bastante gente, demonstrando a força da comunidade da AME.

Foram 2.573 doações realizadas para a vaquinha, com um ticket médio bem baixo, de R$ 39,46. Com a ajuda de outras famílias, a campanha atingiu 53.721 visitas e a menor média de visitas para conseguir doações: apenas 20,88. Isso demonstra que a vasta maioria das pessoas que acessavam a página da campanha acabavam por realizar uma doação.

9º Lugar

Vaquinha para prótese da Tayna (link)
Uberlândia – MG
R$ 98.868,00 (até 9/7/2018)

A Tayna, uma menina de 21 anos, foi realizar uma cirurgia de intestino, acabou tendo uma infecção generalizada que resultou na amputação dos membros. A história trágica acabou gerando essa campanha que mobilizou a família, os amigos e pessoas de todo o Brasil.

Foram 1.316 doações, com um ticket médio de R$ 75,13. Foram 84.505 visitas, com uma média de 64,21 visitas para gerar uma doação.

10º Lugar

Cirurgia de Urgência do Pedro Tarma (link)
São Paulo – SP
R$ 81.143,00

O Pedro, de 16 anos, precisou de uma cirurgia delicada e de urgência na cabeça devido a um AVC em 2013 e precisava de R$ 73.780 para pagar todos os custos. Graças a uma mobilização incrível dos amigos e familiares, em poucas semanas eles conseguiram superar a meta!

Foram 605 doações, com um ticket médio de R$ 134,12. Foram 59.793 visitas, com uma média de 98,83 visitas para gerar uma doação. Graças a um ticket médio alto, eles conseguiram atingir a meta.

E aí, te identificou com alguma campanha? Que tal começar a sua vaquinha? 🙂

 

Crie sua Vaquinha

Deixe uma resposta:

rodapé do site