Um 2020 de união e crescimento para o Vakinha

O ano de 2020 vai chegando ao seu final. Foi atípico e com dificuldades as quais ninguém imaginava que o nosso mundo passaria. O lado positivo dos problemas é que existem soluções para eles, e muitas pessoas fizeram boas ações para ajudar quem mais precisou.

Mesmo com as dificuldades em meio a uma pandemia global, é importante olharmos para as conquistas realizadas no ano que passou. Elas se tornam ainda mais valiosas por conta dos obstáculos que tiveram que ser superados.

“A principal conquista do Vakinha em 2020 foi ter sido a principal plataforma de ajuda durante a pandemia que enfrentamos”, afirma Luiz Felipe Gheller, um dos fundadores do maior site de doações online do Brasil.

Fazer a diferença em um momento tão delicado foi o papel de muita gente que doou em prol dos sonhos de outras pessoas que precisavam estudar, tratar algum tipo de doença, cuidar de animais e entre tantas outras causas que o Vakinha apoia.

Em um ano tão difícil, a união não podia ficar em falta em nenhum momento. Para Gheller: “foi a união do nosso time que permitiu que pudéssemos atender um volume tão grande de pessoas de forma humana e com alta performance”. Um time que cresceu em 2020, que teve casa nova, mesmo que usada tão pouco por muitos, mas que se manteve unido mesmo distantes um dos outros.

União para ajudar os usuários do site de todas as formas e também para inovar. Em 2020 surgiu o Clube de Doadores do Vakinha, e a expectativa para o ano que está chegando é “aumentar ainda mais o impacto positivo da empresa com os Clubes de Doadores”, afirma Gheller.

Todos queremos que 2021 seja um ano mais leve e com notícias boas para todos. E que as pessoas sigam ajudando quem precisa, quem sonha e quem acredita em dias melhores. O Vakinha seguirá fazendo sua parte, com um time unido e cada vez maior. Afinal, toda ajuda começa aqui!

Redator do Vakinha, jornalista, amante de esportes e de boas histórias!

Crie sua Vaquinha

Deixe uma resposta: