Criei uma Vaquinha e agora o que eu faço?

Agora é hora de divulgar, divulgar e divulgar! Quanto mais pessoas souberem sobre sua campanha no Vakinha mais chance você tem de receber ajuda. Por isso, espalhe sobre ela para amigos, vizinhos e parentes e peça a eles que divulguem também. Vale tudo! Grupos de WhatasApp, redes sociais, boca a boca, solte a sua imaginação!

Temos um post antigo mas muito legal aqui no blog sobre as 13 dicas de ouro para arrecadar mais com sua vaquinha. Para ler clique aqui

Então vamos as dicas de como divulgar a sua vaquinha

Uma campanha para ter sucesso precisa de empenho e sabemos que isso toma tempo, por isso hoje queremos te ajudar a usar as redes sociais para conseguir mais contribuições.

Se liga nas dicas 😉

Pessoas com os rostos cobertos por ícones representando as redes sociais.

Como já ressaltamos aqui, divulgar é muito importante mas não basta fazer apenas um post e esperar. É  preciso lembrar seus amigos e seguidores frequentemente que você tem uma vaquinha e que eles podem ajudar você a realizar o seu sonho através dela. Para isso você pode fazer postagens constantes a respeito, principalmente stories e vídeos (ao vivo ou não). As pessoas se sentem mais compelidas a contribuir  quando elas escutam de você como elas podem te ajudar. Além disso, vídeos criam um envolvimento muito bacana entre aqueles que querem doar e aqueles que precisam de doações. Então bora gravar!

Mas se você não gosta muito de aparecer pode iniciar com fotos relacionadas a sua campanha mas lembre-se de evitar fotos tiradas da internet. Tente tirar fotos nítidas e com boa luz. Elas são a primeira coisa que as pessoas veem e são elas que despertam a atenção para que a pessoa leia o post. Não se preocupe muito em fazer montagens e artes elaboradas, porém se você tem interesse recomendamos o uso do Canva que é grátis e super fácil de usar. 

Nos posts descreva com detalhes a sua campanha e sempre que possível poste documentos que comprovem a veracidade dela. Mas lembre-se de não escrever textão. Nem todo mundo tem paciência ou tempo para ler textos longos e principalmente lembre-se de separar parágrafos para facilitar a leitura.  

Para minimizar o trabalho e aumentar as chances de sucesso, escolha usar apenas redes sociais  em que o seu público está e que você entenda como funciona. Não adianta criar perfis em todas as redes possíveis e imagináveis e não conseguir se empenhar em nenhuma delas. É preferível ter poucas muito bem feitas do que muitas deixadas de lado.

A seguir algumas dicas específicas para as redes sociais mais usadas. Confere aí 😉

Como divulgar sua vaquinha no Facebook

Fazer uma página para a campanha ou usar o seu perfil pessoal  depende de quantos seguidores você já tem e do tempo que você terá para fazer a campanha. Se seu prazo é curto possivelmente valerá mais a pena você usar o seu próprio perfil do que começar um do zero. Agora se o valor que você precisa é muito alto e o prazo maior provavelmente criar uma página poderá dar mais resultados. Além disso, uma página pode ser administrada por várias pessoas então se você conta com a ajuda  voluntários na sua campanha essa opção pode ser mais interessante. 

Pessoa cobrindo o rosto com um ícone representado o Facebook.

Algo que muita gente esquece ao criar uma página é preencher as informações do motivo pelo qual precisa de contribuições. Se alguém cair na sua página é importante que ela entenda o que você precisa e como pode ajudar. 

Ao criar a sua campanha no Vakinha você receberá um e-mail com o link de sua vaquinha, aproveite para colocá-lo nas suas postagens, assim fica mais fácil para quem quer encontrar a sua vaquinha. 

Responda todos os comentário tanto nos post como no privado. Tire todas as dúvidas e dê atenção àqueles que podem e querem te ajudar seja divulgando, doando ou apenas oferecendo um ombro amigo. 

Como divulgar a sua vaquinha no Instagram

Sobre usar o seu perfil pessoal ou criar um perfil para a sua causa vale a mesma recomendação que para o Facebook. Depende de quantos seguidores você já tem e do tempo que você terá para fazer a campanha.

Pessoa cobrindo o rosto por ícone representando o Instagram.

Caso você crie um perfil para a campanha lembre-se de colocar na bio (descrição do perfil) informações que expliquem o que você precisa e como as pessoas podem te ajudar. Recomendamos que você coloque o link da sua vaquinha nessa descrição e não nas legendas dos posts.
Como na bio não há espaço para que você descreva com muitos detalhes o motivo  pelo qual você precisa de doações sugerimos que você faça isso em uma sequência de stories, sejam eles gravados ou escritos, e que coloque em destaque. Evite colocar muitos destaques. Coloque apenas o essencial.

Como não é possível colocar espaço entre os parágrafos em uma postagem sugerimos que você coloque pontos e emojis para deixar a leitura mais agradável. E por falar em emojis, tente incorporá-los no seu texto. Eles chamam a atenção!

Sabe para o que servem as hashtags (#)? Elas funcionam como um mecanismo de busca então escolha levando isso em consideração. Não use # em outras línguas. 

Agora que você já sabe tudo sobre como divulgar a sua campanha nas redes sociais, bora colocar em prática! Mas não se esqueça que independente da rede social que você vai usar, quanto mais informações sobre a campanha você der mais credibilidade ela terá. Atualize frequentemente quanto você precisa e o quanto já recebeu em doações. 

Boa sorte e conte para a gente se as dicas ajudaram 😉


Precisa de ajuda? Somos especialistas em vaquinhas online. Então chama a gente 🙂

Especialista em vaquinhas e apaixonada por fazer o bem!

Crie sua Vaquinha

Deixe uma resposta: